Trade Garder Band!

A melhor banda de todas!

Dicas para montar uma band

Posted by on Nov 13, 2015

Ter uma banda sempre é uma grande ideia. Além de você poder se encontrar com seus amigos pra fazer um som, suas habilidades melhoram consideravelmente e você ainda pode lançar o famoso “eu tenho uma banda” para aquela gatinha – e dar um perdido nela dizendo que tem ensaio.

Mas o mundo não é feito apenas de vantagens, e se você não estiver preparado, ter uma banda pode ser um saco, você pode passar a odiar seus amigos, sua mina vai ter ciúme da sua guitarra e, enfim, vai ser uma experiência de merda.

Se você está pensando seriamente em juntar seus amigos para tirar um som, se ligue nas dicas abaixo, pense duas vezes e abrace esse rolê:

Saiba tocar um instrumento

Pois é, a não ser que você queira formar um quarteto de voz, é bastante importante que você saiba tocar um instrumento. Baixo, guitarra, bateria, piano, gaita de fole… São várias opções, e você precisa apenas se dedicar a ele, fazer algumas aulas e perder a vergonha de executá-loao vivo.

Junte pessoas com interesses em comum

Quando falamos sobre juntar amigos para fazer um som, não dizíamos necessariamente em reunir seus melhores amigos. Chame pessoas que você conhece e que tenham gostos semelhantes ao seu. E mais do que isso, interesses semelhantes. Se você se inspira em banda X e o camarada em banda Y, de duas uma: ou sairá um som completamente incrível, ou vocês vão sair na mão.

Saiba onde você está e onde quer chegar

Uma banda abre portas – e pernas –, mas você precisa saber quais delas você pretende abrir. Se a sua meta é ser uma estrela, saiba que o caminho é muito maior e muito mais árduo. Mas se a sua é tirar um som, fazer um show de vez em quando e não ter dor de cabeça, meu chapa, isso vai ser tão fácil que você pode desapegar desse lance.

Grave

Seja um ensaio ou suas novas composições, procure gravar o som que você faz de vez em quando. Isso é extremamente importante para que você avalie se o seu som é bom e o quanto você precisa melhorar. E geralmente é muito.

Tenha um emprego

Se você chegou até aqui, deve saber que nada disso sai de graça. Por isso, é extremamente necessário ter um emprego que te banque e faça você pensar em outras coisas além da banda. Faz um bem danado ter diversas coisas na cabeça e um dindin sobrando no bolso.

Não caia na lábia de ~~~produtores~~~

Você já deve ter ouvido aquele lance de vender ingressos para tocar em certos shows, ou abrir pra certa banda. Pois bem, fique atento com esse tipo de produtor e nunca, veja bem, NUNCA PAGUE PARA TOCAR. Vender ingressos é uma coisa boa, mas quando isso se torna uma condição, o produtor certamente quer que você trabalhe pra ele – e pague para isso. E se ele disser que isso é bom pra você, não acredite.

Organize seus shows

Ninguém te chama pra tocar e você já está frustrado? Faça o seu próprio show e chame os seus amigos. Vários bares abrem as portas para bandas que querem tocar, basta trocar uma ideia e tentar agendar uma data. Você ainda aprende um novo ofício.

Deixe a imagem pra depois

Tá lá, você já seguiu todos os passos acima e as coisas estão caminhando para um bom lugar. Bem, acho que chegou a hora de trabalhar a imagem da banda, mas não estou falando de comprar calças justas, camisas coladas e fazer aquele penteadão fashion. A imagem da banda está na forma com que o seu trabalho é apresentado para a sociedade. Portanto:

a) Invista em um site legal, pois todas as plataformas vão ficar para trás com o tempo, mas se o seu site estiver lá, funcionando bem, pouco importa se você utiliza o Facebook, Twitter ou Soundcloud para se comunicar com o seu público.

b) Seja gente fina nas redes sociais, pois seus possíveis fãs vão querer falar com alguém. Procure informar bem a galera, responder a maioria das perguntas e manter tudo atualizado. Sempre.

c) Invista em um bom material de divulgação, seja prensando CDs com um encarte bonito, produzindo um bom merch, distribuindo belos adesivos, gravando um clipe, ou todas as anteriores juntas. Lembre-se sempre que o som é importante, mas a imagem também faz com que as pessoas se interessem.

Cuidado com as Groupies

Pois é, meu querido, se você quer saber se a sua banda está virando, basta observar quantas groupies você tem. E o lance de ter umas minas querendo te usar é bem legal, mas tome cuidado para não terminar com uma fama pior que a que você já tem, nem com umas DSTs bizarras, muito menos sendo o pai do filho da groupie.

Ah, se você tiver uma namorada, decida se vai ser fiel ou vai viver na cachorrada.